17.9.09

Realizando mais um Sonho!!!


Olá Pessoal!

Hoje o post é descontraído e sobre mim!



Ano passado, em meados de agosto (há mais de um ano), fiz a minha tão sonhada matrícula em uma auto-escola, paguei todas as taxas do Detran, para enfim realizar um grande desejo e sonho: dirigir!

Eu acho que 95% das mulheres sonham em dirigir e ter seu próprio carro não é?

Fiz todos os exames necessários, as aulas teóricas que me ensinaram muito, pois tive o privilégio de ter um professor que nos ensinou a ter paciência, ter dignidade, não ter confiança demasiada em nós mesmos e em ninguém, e assim continuei minha saga.

Fui então para as tão esperadas aulas práticas. Nossa, que vontade de começar a dirigir de verdade! Mas me decepcionei logo logo, pois eram apenas 15 horas aulas, apenas umas 04 na rua e as restantes, advinham? baliza, baliza, baliza, meia embreagem... essa chatice toda, mas necessária para realmente passar na prova do Detran!

Passei na prova teórica, marquei então a prática, e que ansiedade para chegar o dia! Até que chegou, e eu não passei na bendita baliza, que eu fazia perfeitamente nas aulas, oh que coisa! ia ter que pagar taxas e esperar mais uma mês para marcar novamente.

Passei um mês todo nervosa, com medo de errar novamente. Sentia medo de mim mesma, mas também do que iriam falar. No geral eu nem me importo com o que falem de mim, tenho minha consciência limpa e tranquila, mas perder de novo no teste iria ser pano para chacota da família né? Isso eu não queria não, rsrs.

No dia e na hora, estava eu lá na fila, esperando minha vez. Passei o mês sem pegar no carro, e nem pude fazer aulas extras, fui com o que tinha aprendido, e tentei relaxar.

E graças a Deus consegui fazer a tal baliza, só errei nos sinais, perdi os três pontos que poderia perder, e ainda faltava a meia-embreagem e o restante do percurso, que fiz numa boa, acertei tudinho, e saí do carro aprovada e chorando feito manteiga derretida (na verdade esse é o meu normal, rs).

Vocês não imaginam minha felicidade em ter passado, nossa, fiquei parecendo uma abestalhada. Meu marido tinha acabado de chegar lá, e me viu saindo do carro, ficou tão feliz.

A felicidade é algo estranho né? A maior e melhor felicidade de minha vida (tenho certeza que sempre continuará no hanking nº 01 da lista) foram os meus dois partos. Era uma felicidade sem igual, apesar das dores e do cansaço extremo, a alegria contagiava meu coração. Aquele ser lindo, gestado por nove meses, me concedia um contentamento incondicional, é realmente maravilhoso. Completamente diferente daquela felicidade em passar na prova do Detran, que é uma alegria boa, saudável, você ri feito besta, rs.

Mas minha saga não parou por ai, eu tive que provar que poderia realmente sair de carro sozinha. Ai foi que o bicho pegou de verdade! Meu marido queria primeiro ver minha atuação no volante, antes de me dá o carro.

Aí foi que senti que aquelas 15 horas aulas não ensinam nada. Só ensinam a passar na prova do Detran. Primeiro aquela baliza é enorme, acho meio difícil encontrar uma vaga daquele tamanho para estacionar. Segundo que aqueles toques e macetes que eles ensinam, não servem para a vida real, sinceramente. Sofri muito no trânsito de verdade, e sofri mais com o maridão do lado, pois mesmo sabendo, você erra, e erra feio, rs e ele é fera no volante, queria ser igual a ele.

Bom, falei demais, mas essa introdução toda foi só para falar e dividir com vocês minha alegria, eu finalmente dirigi hoje sozinha, hehe, tô tão feliz!!! Depois de quase um mês sendo a motorista oficial da família, (mas com o maridão lindo do lado), realizei um dos meus sonhos. Mas sabe o que é? mesmo com vontade eu não me sentia confiante de dirigir só. O trânsito está muito difícil, e barberagens é o que não falta, realmente eu estava com medo de fazer besteira. Mas rompi essa barreira hoje, quando Carlos (meu marido), me incentivou a dar o primeiro passo. E eu fui.

Graças a Deus deu tudo certo, mas tremia igual a vara verde. É tão bom. Pareço uma abestalhada né gente? Mas realmente eu queria dividir isso com vocês.

-----------------

Bom, mudando um pouco de assunto, ontem foi feriado aqui no meu estado, dia da Emancipação Política, e eu pensei que iria terminar as peças que estavam encalhadas. Mas cadê? O Carlos não teve folga num curso que está fazendo, e levou a máquina fotográfica, e eu não poderia terminar as peças sem antes terminar de tirar as fotos do passo a passo né? Tem novidades por ai.

Fico por aqui, já com saudades.

Bjs grande e até a próxima!!



21 comentários:

Rosi on 17 de setembro de 2009 10:26 disse...

Ah, Fabi
Vendo seu texto até me dá vontade de tentar novamente esse troço que é tirar a habilitação. Lembra que contei lá no blog sobre a minha terrível experiência? Pois é, nem me fala.
Então, fico feliz por vc, minha amiga. Pode comemorar porque o negócio não é fácil. Tem gente que parece que nasceu para isso, outras tem mais dificuldade, eu parece que não me enquadro em nenhum desses grupos..rsssss.
E vc falou que tem novidades? Ai que saber, sou muito curiosa mesmo.

Um beijo

Isolda Herculano on 17 de setembro de 2009 10:41 disse...

Fabiana, que coisa bonita essa sua emoção. Eu ainda sou uma mocinha desabilitada, sabe? Mas também tenho muita, muita, vontade de dirigir – e de ter filhos, falar inglês, ser bem sucedida profissionalmente, viajar muito, (risos), enfim! São sonhos com cara de objetivos, objetivos com cara de sonhos ou simplesmente sonhos e objetivos. Complicado, não?! Possível, e é o que realmente importa. Pretendo realizar todos eles com a graça do tempo – que não demore muito – e das oportunidades – muita luz para que enxerguemos todas elas.

Fico feliz por esse seu passo dado.
Parabéns.

Abraço.
Isolda.

Elaine on 17 de setembro de 2009 10:48 disse...

Fabi, parabéns!! Tudo é questão de confiança! Primeiro vc viu que o trânsito era diferente da escola, mas queboru a barreira e dirigia com o marido ao lado, agora é a etapa seguinte! E vc verá que maravilha, vc adquire mais independência, vai onde quer a hora que quer!
Demorei para tirar carta por pura preguiça. Também falhei na primeira prova e passei na segunda. A primeira vez que dirigi um carro sozinha, minhas pernas tremiam tanto que mal conseguia pisar nos pedais direito, hahahaha, quando lembro disso me divirto.
Bjs amiga e parabéns pela emancipação no volante!!
Elaine

Luci on 17 de setembro de 2009 12:38 disse...

Aêêê Parabéns!!! Sempre tive muita vontade de aprender a dirigir, mas o tempo foi passando foi passando e nada.
Hoje, adoro meus motoristas (táxi) ;)
Saio muito pouco e jamais dirigiria sozinha a noite (moro só), então cheguei a conclusão que saá mais barato o táxi do que manter um carro. Mas lá no fundo gostaria de passar pela experi~encia de dirigir, mas enfrentar auto-escola nem pensar.

beijuss

Livia on 17 de setembro de 2009 13:19 disse...

Ai, que sofrimento! Eu também não passei na primeira e, com certeza, você tem que esquecer tudo que aprendeu nas aulas para sair no trânsito, rsrs
Olha, eu já tinha habilitação, mas só peguei o carro mesmo quando virei mãe (imagina o medo com um bebê no banco de trás!). Minha filha vai fazer 4 anos e eu já viajei sozinha, peguei chuva e noite (acho que são seus próximos desafios, rsrs). Posso dizer que sou muito melhor que muito homem que se acha motorista por aí.
Parabéns e continue firme, quando a gente dirige, fica livre para ir para onde quiser, sem depender de ninguém. E ainda levar nossos baixinhos :)
Beijos

Uma Mulher de Fases on 17 de setembro de 2009 13:44 disse...

Fabiana, fiquei super feliz em ler seu texto, o "meu Carlos" foi meu instrutor, assim eu o conheci, ele não é um instrutor comum, digo pois fiz aula com ele antes de nos envolvermos e sei como ele dá aulas, acho que vou preparar um post sobre isso pra segunda-feira, acho que será bem proveitoso!
Achei ótimo que você tenha tirado a carta e esteja dirigindo, eu adoro estar ao volante e se me deixarem até na padaria da esquina eu vou de carro, rs.

Beijos

Aline on 17 de setembro de 2009 14:46 disse...

Parabéns pela realização Fabi!!
Essas conquistam mostram a gente o quanto podemos chegar longe!!
Beijoss

Luciana on 17 de setembro de 2009 15:16 disse...

Fabi, parabéns!! Fico feliz por ti amiga, eu tenho 7 anos de carteira, não foi fácil não, eu vinha das aulas práticas chorando, achando que nunca iria conseguir, ficava tão nervosa, mas graças à Deus tudo passou, e não adianta depois de ganhar a carteira só praticando mesmo para aprender, porque ali é só o básico.
Vou ficar aguardando as novidades.
Bjos, Lú.

Lucia Laureano on 17 de setembro de 2009 17:52 disse...

Querida, dirigir para mim é uma liberdade! Portanto parabéns pela conquista!!!

beijos,

Cláudia Ramalho on 17 de setembro de 2009 17:56 disse...

Ô abestalhada, kkkkk
Vc se chamou de abestalhada 3 vezes, Fabi???? Que que é isso?
Eu tirei minha carteira há 15 anos. Foi uma das melhores sensações que eu tive. Dirigir dá muita liberdade e autonomia mesmo.
Mas olha, pra quem acabou se ser aprovada no DETRAN, colocar uma foto de uma mulher se maquiando e usando celular no volante, fica mal, hein! kkkkkkkkk

Parabéns pela superação! Vamos passear de carro quando almoçarmos juntas.

Ah, por falar nisso, na sexta precisarei viajar à Arapiraca, a trabalho. Esse almoço vai completar aniversário mesmo... kkkkkkkk Que tal antecipar? Quarta? Quinta? Ou terça?

Bjks

Elaine on 18 de setembro de 2009 09:54 disse...

Hihihi, li o comentário da Claudia e achei engraçado sua percepção, nem tinha notado que a mulher estava com o celular além de passando batom!
Vamos combinar assim: na verdade o telefone tocou e ela estacionou o carro para falar e como é uma pessoa multifuncional, aproveitou o momento para retocar o batom!rsrsrsrs

Bjs, Elaine

Ana on 18 de setembro de 2009 11:50 disse...

Oi Fabi,

Muito obrigada por me mostrar que o link do criando e decorando estava errado! Foi um lápso rsss Mas agora está devidamente corrigido e faço questão que vc vá lá, pois é o blog de minha irmã e ela vai ficar super feliz com sua visita! Ah, naõ esqueça de deixar um comentariosinho viu?
Ah, e parabéns pela sua destreza ao volante! Realmente é um sonho quando aprendemos a dirigir. Ainda me lembro da primeira vez, isso há mais de 12 anos atrás(rssss)!è uma realização mesmo. MAs depois vc se acostuma viu? Abração!

Luci on 18 de setembro de 2009 12:36 disse...

Ah obrigada! :)

No fundo eu recortei as florzinhas do papel e colei.

bejus e bom fds !

Livia on 18 de setembro de 2009 13:08 disse...

Aaaah! Você viu meu bolo.... aquela obra de arte, hahahahahaha!
Então, consegui mudar para fundo do mar (claro que a pequena sereia vem por tabela, mas, menos mal, rsrs)
Ainda não tenho certeza se vou fazer no dia.... vamos ver.
Ei, um passo de cada vez, espera a perna parar de tremer, depois encara novos desafios! Vai ter tempo para tudo. :)

Eliz Schemitt on 18 de setembro de 2009 18:10 disse...

Fabi!!
Que legal!!
Parabéns pela superação!!
Teu texto está lindo e emocionante... até me deu um pouquinho de coragem hihihihi.
Parabéns amiga!! Curta este momento e vibre sim... faz um bem danado!!
Beijinhos!!

Fabi Carvalhos on 19 de setembro de 2009 00:31 disse...

Xará! Que legal! Adoro dirigir, mas não aprendi em auto-escola, não. Tive um irmão bem paciente p/ me ensinar. Foi o que me salvou. Sem falsas modétias, dirijo bem, mas as vezes sinto uma pontinha de insegurança, como vc disse, dirigimos por nós e os outros, né? É cada coisa que a gente vê por aí... Mas é isso aí! Agora é só praticar bastante, sozinha, né?:) Beijão, Fabi
Ah! Saiu o resultado da promo, depois passa lá no blog p/ conferir.

Ivonete on 20 de setembro de 2009 13:59 disse...

Parabéns pela conquista. Eu tambem passei por isto a poucos meses. Isso mesmo meses. Tirei minha carteira na primeira vez e fiquei super feliz, mas a felicidade durou pouco. Meu marido NUNCA, nunca mesmo deixou eu pegar no carro.....acho que nem preciso completar minha decepção. Por isso fico muito feliz por vc. bjs

Estúdio de Design on 21 de setembro de 2009 09:19 disse...

Parei de digirir, porque bati o carro logo no primeiro mês. Fiquei 5 anos sem tentar! Um dia decidi comprar um carro e tentar novamente. E foi assim, entre suores e medos que voltei a dirigir... hoje não largo mais!
Beijinhos!
Lele

Estúdio de Design on 21 de setembro de 2009 09:19 disse...

Parei de digirir, porque bati o carro logo no primeiro mês. Fiquei 5 anos sem tentar! Um dia decidi comprar um carro e tentar novamente. E foi assim, entre suores e medos que voltei a dirigir... hoje não largo mais!
Beijinhos!
Lele

Cláudia Ramalho on 21 de setembro de 2009 16:59 disse...

Somente hoje eu repassei o seu selinho. Queria repassá-lo pra um blog bem especial.
Bjs e obrigada.

Rita de Cássia Pauleto on 24 de setembro de 2009 21:29 disse...

Ai, ai, ai!
Será que é pq vc merece e vai conseguir tdo de bom na sua vida?
Com certeza né!
Sonha sempre Fabi, que eu, daqui, estarei sempre rezando, pra que pessoas como vc, sejam sempre felizes!

bjos!

Seguidores

Arquivo

Quem sou eu

Minha foto
Casada com o Carlos, mãe das lindas Lizandra e Lyandra, que ama Deus, feliz, e arteira! Amante dos Bolos decorados em pasta americana! Que tem a certeza da salvação que só há em Jesus Cristo!

Pense Nisso!

Pense Nisso!
Clique na imagem e saiba como ter essa certeza.

O que ando lendo:

O que ando lendo:
É Agora... ou Nunca
 

Idéias, Detalhes & Dicas Copyright © 2008 Green Scrapbook Diary Designed by SimplyWP | Made free by Scrapbooking Software | Bloggerized by Ipiet Notez Blogger Templates